Publicidade

VIX

Apostas para 2017 ou especulações de quem tem mais dinheiro?

06/01/2017

Todo inicio de ano é a mesma história: “Quem serão os nomes de destaque do ano?”

 

Infelizmente na pratica, não é bem assim que a banda toca. Tivemos muitas “apostas” em 2016 que ao logo do tempo demostraram se tratar de verdadeiros fracassos. Não por serem ruins e sim, por não terem dinheiro suficiente para fazer o que tem que ser feito na hora e no momento certo (ou teve e não soube usa-lo). Não adianta em nada eu enumerar quem eu acho que seja a grande aposta de 2017, se a realidade financeira ou de equipe do artista for contra a realidade musical. Alguns meses de divulgação, DVD, músicas comerciais - Hoje já não são mais o bastante ou suficientes para alavancar um real sucesso no sertanejo.

 

Então, aqueles destaques da sua região, que muitos no mercado os chamam de “Artistas Prontos”, infelizmente pode continuar na mesma ou ate em situação pior no decorrer do ano. Se não houver investimento suficiente a engrenagem não gira. Injusto? Também acho, mas é assim que a maquina funciona e tenha a certeza, que ela é cruel.

 

- Na realidade essas “apostas” não passam de meras especulações de mercado, o que é muito diferente de apostas reais. Tendo em vista o grande risco que é um investimento na carreira de um artista e inúmeros fatores que devem ser levados em consideração, antes de fazer qualquer afirmação sobre uma aposta.

 

“Uma operação de investimento é aquela que, após análise profunda, promete a segurança do principal e um retorno adequado. As operações que não atendem a essas condições são especulativas.” (Benjamin Graham)

 

Por isso toda a carreira tem que estar muito bem construída, planejada e mais ainda: tem que ser segura para que possamos defini-la como uma aposta (Ex: Eu aposto que Jorge e Mateus farão sucesso em 2017). Caso contrário, teríamos que ter o acesso ao real projeto de carreira e financeiro de cada artista de cada escritório. O que logicamente por motivos óbvios, nós não temos e não teremos acessos. Então vamos especular minha gente, vamos somente especular.

Grandes escritórios:

 

Podemos especular que os artistas de cada grande escritório que apresentem algum destaque, tem maiores possibilidades de serem os grandes nomes do ano. Na teoria sim, mas na prática não é bem assim que funciona.

 

A história é um pouco mais complexa – Se um artista faz parte de um grande escritório, é claro que ele terá uma oportunidade maior, o que não garante que ele terá uma chance maior. Terá sim maiores oportunidades, por que ele irá entrar nos pacotes de vendas dos principais artistas do escritório (Contratou o artista X leva junto o artista Y). Convenhamos também que já é uma senhora "mão na roda" né? O que não garante uma chance maior.  O que mais temos é artistas nessa situação, sabemos de muitos que a anos acompanham praticamente todos os shows da elite do escritório e não saem do lugar (Que fique bem claro, que não é por falta de talento, é a tal "engrenagem" que não fecha - Aí o artista vai mesmo parar na temida "geladeira").

Vendas Casadas:

 

 

Um exemplo de vendas casadas que tivemos em 2016, que deram muito certo, foi a da dupla Henrique e Juliano puxando a dupla Zé Neto e Cristiano, eles não só souberam, como também aproveitaram a oportunidade, subiram de nível e este ano irão terminar de consolidar a posição conquistada com maior tranquilidade. Sem ter aquela pressão de emplacar outro grande sucesso, “Seu Polícia” já fez isso. Para os investidores da dupla, essa consolidada, já é o suficiente para deixar o investimento da próxima etapa, mais seguro. É assim que a fila anda. 

 

Este ano os escritórios estão mais tendenciosos a fazerem o mesmo com suas apostas. Um baita "bingo", para quem apostou entrar para algum deles ano passado, Claro que já tendo uma equipe formada. 

 

WorkShow:

 

Devido ao número de artistas da WorkShow, que subiram de nível ano passado, a tal da venda casada, ira sem duvida favorecer a atual safra de artistas do escritório que já estão na fila esperando a sua vez. Sendo assim o mercado esta com os olhos voltados para a WorkShow, o que não poderia ser diferente, já que ano passado eles desbancaram, a FS Produções ocupando o seu ate então, tranquilo segundo lugar. Ainda mais que este ano, a WorkShow tem a real possibilidade de assumirem de vez o almejado primeiro lugar de maior escritório do Brasil.

 

Olhando de fora, sempre criou-se uma sensação e um burburinho nos bastidores, que a FS Produções sempre foi uma "pedra nos sapatos" da AudioMix. Se é verdade não sei, se houver algum fundamento nisso, agora a AudioMix arrumou não outra pedra, mas um tijolo, com direito a unhas encravadas e Joanetes. (Vale ressaltar, que a concorrência no mundo dos negócios é algo positivo, ao contrário que muitos pensam. Ela evita o comodismo e trás produtividade, fazendo com que todos saiam ganhando. Então, não confundam concorrência com rivalidade ou briga, muito pelo contrário).

Também já deu para notar, que teremos muitos artista emplacando sucessos este ano né? Como também teremos uma grande "dança das cadeira", dando aquela renovada nos artistas com colocações abaixo da elite. Na realidade é só a continuação da renovada no cenário musical, que já estamos acompanhando a um bom tempo. Sinal que continuará a criar ótimas oportunidades para artistas de outros gêneros ganharem também o seu merecido destaque. Mais que justo.

 

E por fim, eu tenho as minhas sugestões, que irei acompanhar a evolução e também aprender com os erros. Claro, eles sempre acontecem com aqueles que não preenchem os requisitos, os que são uma espécie de especulação maquiada de aposta. Não posso deixar também de citar, aquela equipe que adora “comer mosca” colocando sempre tudo a perder. 

 

Confira quem permaneceu na lista.

 

Confira abaixo, os oito nomes que fazem parte da minha lista.

 

São eles:

 

Pedro e Benício    (ainda no primeiro semestre)

 

 

Day & Lara           (ainda no primeiro semestre)

 

 

Luíza & Maurílio   (ainda no primeiro semestre)

 

 

Antony e Gabriel  (ainda no primeiro semestre)

 

 

Hugo Del Vecchio

 

 

Léo & Raphael

 

 

May & Karen

 

 

Filipe Labre

 

 

Please reload

OUTRAS NOTÍCIAS

Please reload

ANÚNCIOS 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Please reload

Outras Notícias 

Please reload

Publicidade

Criado por Boi Brasil

© 2002-2018 soucowboy.com / sousertenejo.com - Todos os direitos reservados