Publicidade

VIX

Fernando & Sorocaba lançam mais três faixas inéditas do novo EP.

12/11/2014

Fernando & Sorocaba lançam mais três faixas ineditas, das seis, que farão parte do novo EP da dupla. Com lançamento previsto para o próximo dia 18.  Com os lançamentos já da para ter uma ideia de como irá ficar esse novo projeto. Confiras abaixo, cada faixa acompanhado das letras. 

Música: "Sem Reação".

Letra Sem Reação:

Você sorriu daquele jeito
Baqueou tiro no peito 
Me deixou assim sem reação
Me dominou, quebrou no meio
Feito um caminhão sem freio
Atropelou sem dó meu coração

Em meio a milhões de olhares
Sorrisos e faces, sem nenhum disfarce
Fiquei com vontade de ter você agora aqui na minha mão
Buscando caminhos incertos pra chegar mais perto, dar um tiro certo
Eu sei o que eu quero, mas tava com medo da sua reação

Decidi arriscar porque o não eu já tenho
Para de provocar se não eu vou entender 
Que você também tá querendo

Você sorriu daquele jeito
Baqueou tiro no peito 
Me deixou assim sem reação
Me dominou quebrou no meio
Feito um caminhão sem freio
Atropelou sem dó meu coração

Você sorriu daquele jeito
Baqueou tiro no peito 
Me deixou assim sem reação
Me dominou quebrou no meio
Feito um caminhão sem freio
Atropelou sem dó meu coração

Em meio a milhões de olhares
Sorrisos e faces, sem nenhum disfarce
Fiquei com vontade de ter você agora aqui na minha mão
Buscando caminhos incertos pra chegar mais perto, dar um tiro certo
Eu sei o que eu quero, mas tava com medo da sua reação

Decidi arriscar porque o não eu já tenho
Para de provocar se não eu vou entender 
Que você também tá querendo

Você sorriu daquele jeito
Baqueou tiro no peito 
Me deixou assim sem reação
Me dominou quebrou no meio
Feito um caminhão sem freio
Atropelou sem dó meu coração

Você sorriu daquele jeito
Baqueou tiro no peito 
Me deixou assim sem reação
Me dominou quebrou no meio
Feito um caminhão sem freio
Atropelou sem dó meu coração

E eu fiquei aqui sem reação
Ah, eu fiquei aqui sem reação


Composição: Sorocaba

 

Música: Vamos Chapar "que amar não vai rolar"

 

Letra: Vamos Chapar "que amar não vai rolar"


Desde que ela foi embora minha vida bagunçou
Diz que quem ama chora, mas nem sei se era amor
Só vivo chapado, largado na rua, mas triste eu não tô

Só fazendo amizades pelos bares que bebi
E de você saudade acho que nem vou sentir
Se alguém me perguntar de você
Quem é? Hum que?
Vamo beber ê ê ê

E quando me perguntam: Cê tá sofrendo por amor? 
Ham? O que?Traz outra que essa acabou
Enche a geladeira que hoje a gente fecha o bar
Vamo, vamo, vamo chapar

Se me perguntam: Cê tá sofrendo por amor? 
Ham? O que? Não sei por que ela me deixou 
Mas eu sei muito bem o que é que eu vim fazer no bar 
Vamos chapar que amar não vai rolar

Desde que ela foi embora minha vida bagunçou
Diz que quem ama chora, mas nem sei se era amor
Só vivo chapado, largado na rua, mas triste eu não tô

Eu tô só fazendo amizades pelos bares que bebi
E de você saudade acho que nem vou sentir
Se alguém me perguntar de você
Quem é? Hum que?
Vamo beber ê ê ê

E quando me perguntam: Cê tá sofrendo por amor? 
Ham? O que? Traz outra que essa acabou
Enche a geladeira que hoje a gente fecha o bar
Vamo, vamo, vamo chapar

Se me perguntam: Cê tá sofrendo por amor? 
Ham? O que? Não sei por que ela me deixou 
Mas eu sei muito bem o que é que eu vim fazer no bar 
Vamos chapar que amar não vai rolar

Se me perguntam: Cê tá sofrendo por amor? 
Ham? O que? Não sei por que ela me deixou 
Mas eu sei muito bem o que é que eu vim fazer no bar 
Vamos chapar que amar não vai rolar

Vamos chapar que amar não vai rolar

Composição: Henrique Moura

 

Música: "O cara da Rádio".

Letra - O cara da rádio

O cara lá da rádio só pode tá de brincadeira
Tá tocando só modão chonado a noite inteira
Aquela que me faz sofrer, aquela que me faz chorar 
Aquela, aquela, aquela que me arrasta pra mesa de um bar
Aquela que arrebenta o peito e me faz lembrar seu beijo
To ouvindo embriagado em casa louco de desejo

Ô cara da rádio põe de novo essa
Você vai tocando, eu vou bebendo, eu tô pensando nela
Ô cara da rádio, me faz um favor, toca esse modão
Que ainda tem cerveja no isopor

Rapaz, você aí na rádio tá de brincadeira
Tá tocando só modão chonado a noite inteira
Aquela que me faz sofrer, aquela que me faz chorar 
Aquela, aquela, aquela que me arrasta pra mesa de um bar
Aquela que arrebenta o peito e me faz lembrar seu beijo
Tô ouvindo embriagado em casa louco de desejo

Ô cara da rádio põe de novo essa
Você vai tocando, eu vou bebendo, eu tô pensando nela
Ô cara da rádio, me faz um favor, toca esse modão
Que ainda tem cerveja no isopor

Aquela que me faz sofrer, aquela que me faz chorar 
Aquela, aquela, aquela que me arrasta pra mesa de um bar
Aquela que arrebenta o peito e me faz lembrar seu beijo
To ouvindo embriagado em casa louco de desejo

Ô cara da rádio põe de novo essa
Você vai tocando, eu vou bebendo, eu tô pensando nela
Ô cara da rádio, me faz um favor, toca esse modão

Ô cara da rádio põe de novo essa
Você vai tocando, eu vô bebendo, eu tô pensando nela
Ô cara da rádio, me faz um favor, toca esse modão
Que ainda tem cerveja no isopor

Que ainda tem cerveja no isopor
Que ainda tem cerveja no isopor

Composição: Bruno Caliman/Sorocaba

Please reload

OUTRAS NOTÍCIAS

Please reload

ANÚNCIOS 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Please reload

Outras Notícias 

Please reload

Publicidade

Criado por Boi Brasil

© 2002-2018 soucowboy.com / sousertenejo.com - Todos os direitos reservados